20 de jan de 2014

A Kataná



"...símbolo da classe dos samurais, era uma obra de arte maravilhosa e refinada. Uma espada excelente, fabricada por um requintado artífice, representava o mais prezado dos bens pessoais. Únicos símbolos físicos de seu orgulho e honra, as duas espadas que o samurai trazia à ilharga também encarnavam o seu espírito. Acreditava-se que elas fossem " a alma do samurai".
Antes de fabricar cada lâmina o mestre ferreiro limpava o corpo, a mente, o espírito e o espaço a sua volta, numa antiga cerimônia xintó de misogi. O aço era purificado pelo fogo e pela água enquanto ia sendo malhado até que todas as escórias desaparecessem. Cada lâmina era única, com rosto e personalidade próprios. O aço não era frio, mas vivo e brilhante como as chamas que o haviam forjado. A espada, um dos três símbolos espirituais da nação japonesa, espelha em seu metal a sabedoria e a honestidade. Nobre, aguçada e resistente, embora flexível e pura: tais as qualidades a que o guerreiro aspirava."

(Mitsugi Saotome)


Trecho do livro: Aikido e a Harmonia da Natureza, Ed. Pensamento.
Imagem: http://www.shinkitaikarate.ca/Scona/Glossary/K/katana%20kaji/katana%20kaji.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...