29 de jul de 2011


Aprenda depois esqueça! (O-sensei Morihei Ueshiba)



Retirado do livro: Aikido Shugyo
Autor: Gozo Shioda

19 de jul de 2011

Budismo: O Nobre Caminho Óctuplo



O CAMINHO ÓCTUPLO
(sânsc. ashtanga-marga)
(Fragmentos de textos retirados do site http://www.nossacasa.net/shunya/default.asp?menu=457)

É assim chamado por ser dividido em oito partes.

O nobre caminho óctuplo oferece um compreensivo guia prático para o desenvolvimento das qualidades e habilidades benéficas no coração humano, que devem ser cultivadas para levar o praticante à meta final, a liberdade e felicidade supremas do nirvana. (...)

Os 8 aspéctos são:


PRAJNA, a Sabedoria


1. Visão correta
(sânsc. samyak-drishti): O conhecimento das quatro verdades nobres, da interdependência etc. constituem a visão correta da realidade.

2. Intenção correta
(sânsc. samyak-samkalpa): é a atitude de renunciar às atitudes negativas e cultivar a bondade e a não-agressão.

SHILA, a Ética

3. Fala correta
(sânsc. samyak-vach): não se deve mentir, difamar, falar rudemente ou tagarelar, mas falar sim de maneira honesta, harmoniosa, reconfortante e significativa.

4. Ação correta
(sânsc. samyak-karmata): não matar, não roubar, não ter má conduta sexual, não tomar drogas ou tóxicos, etc.

5. Meio de vida correto
(sânsc. samyak-ajiva): o meio de vida deve seguir os preceitos citados anteriormente.

SAMADHI, a Concentração

6. Esforço correto
(sânsc. samyak-vyayama): não se deve viver de modo negativo ou repetir os erros da passado, mas sim desenvolver cada vez mais as atitudes positivas.

7. Atenção correta
(sânsc. samyak-smiriti): é a contemplação do corpo, dos sentimentos, da mente, dos fenômenos.

8. Concentração correta
(sânsc. samyak-samadhi): é a meditação praticada com o esforço correto e com a atenção correta.

É O Nobre Óctuplo Caminho, é o único aspecto que ocupa da prática. É uma disciplina gradual, uma instrução em palavras, atos e pensamentos que proporcionam uma autêntica sabedoria, que culmina na iluminação total.

15 de jul de 2011

Meditação

Esforço e Meditação


Podemos desenvolver a percepção de nós mesmos e do mundo de várias formas diferentes. Todas exigem esforço. Quem pode negar que é necessário coragem para examinar de perto nossos pensamentos e comportamentos? Não é fácil admitir que agimos por orgulho, inveja e má vontade, em vez de honrar com a natureza búdica. Quem tem a coragem e o zelo espiritual para encarar esses fatos a seu próprio respeito?
Existem muitas formas de fazer esforço espiritual e desenvolver uma vida mais espiritualizada. A meditação tem sido usada por milhões de pessoas, durante milhares de anos, para transcender as limitações humanas, obter a auto-realização e experimentar o divino. Em termos práticos, isto significa promover o desenvolvimento intelectual e emocional até o ponto onde se está equilibrado e em harmonia consigo mesmo, e capaz de lidar com as questões mais profundas da existência.
A meditação é essencialmente uma forma de vida. É por isso que é tão intrinsecamente ligada ao esforço espiritual. Ela exige esforço para desenvolver a consciência através do treino da atençaõ. Na arte da meditação, o segredo é a simplicidade: a simples necessidade de se livrar do excesso de bagagem e de voltar a busca para dentro. Porque todas as coisas estão acessíveis dentro do nosso intangível âmago espiritual.



livro: O Despertar do Buda Interior, autor: Lama Surya Das, Editora Rocco

12 de jul de 2011

Atemi


"Em uma luta real, o Aikido é 70% atemi e 30% arremesso." Morihei Ueshiba

Fragmento retirado do livro: Aikido Shugyo,Harmonia no Confronto. Autor: Gozo Shioda

3 de jul de 2011

Nosso dojo é todo o céu e a terra!

Nosso dojo é todo o céu e a terra!

Postei esta frase de autoria do O-Sensei Morihei Ueshiba, fundador do Aikido, alguns dias atrás. Minha idéia de escrever este blog foi de colocar alguns conceitos que as artes marciais, principalmente o Kenjutsu e o Aikido, passam para nossa formação como artistas marciais. Há alguns anos quando treinei Kendô, Koido Sensei falou uma frase que ficou em minha cabeça: - Vocês devem ser kenshis (filhos da espada) dentro e fora do dojô!, o que ele queria dizer e o que eu entendi naquele momento que deveríamos manter a calma (Koido Sensei utilizava muito a palavra fudoushin, mente inabalável) em todas as situações e fazer o que tinha que ser feito independente do caos que poderia estar, um acidente de carro, uma situação complicada de trabalho e claro numa situação de marcialidade como uma agressão. Já a frase de O-Sensei Ueshiba me fez refletir de uma maneira mais ampla que num nível técnico e emocional, e sim num sentimento de harmonia com todos os seres. O Aikido é uma arte marcial que enfoca filosoficamente e em sua técnicas o sentimento de harmonia e o respeito, o controle de si e também dos seus parceiros de treino, o respeito pelas armas utilizadas no treino e pelo tatame, buscando sempre manter um ambiente de harmonia e cordialidade, próprios da cultura asiática e principalmente a japonesa. A frase de Ueshiba Sensei ao meu ver enfoca manter-se constantemente com este espírito, dentro e fora do tatame fazendo de todo o lugar nosso dojô, treinando e aprimorando-se sempre, buscando sempre a harmonia e o melhor de nós.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...